kamagra kaufen kamagra oral jelly kamagra australia kamagra australia cialis kopen levitra 20 mg viagra online bestellen cialis preise cialis original viagra bestellen levitra bayer kamagra shop kamagra oral jelly viagra generika levitra preis kamagra bestellen cialis 20mg cialis bestellen levitra pas cher kamagra prix acheter viagra viagra sans ordonnance cialis pas cher achat viagra kamagra 100 viagra prix kamagra pas cher kamagra 100 mg cialis sans ordonnance levitra sans ordonnance
Viagra Super Active Viagra Generisk Cialis Gel Generisk Levitra cialis pris Kamagra Gel Viagra Soft kamagra oral jelly cialis generisk viagra online viagra online Generisk Viagra Cialis Online Kvinnor Cialis Generisk Cialis Kvinnor Viagra Cialis Super Active Cialis soft viagra apoteket Kamagra Cialis Soft Viagra sverige Kamagra Online
Acquistare Cialis Strips Viagra Pastiglie Kamagra 100 Cialis online Levitra Generico Test pacchetti Propecia generico Acquistare Cialis Soft Tabs Viagra e generici Levitra Cialis Generico Lovegra Super Kamagra Viagra femminile LIDA Dai dai hua Cialis Pastiglie Acquistare Super Kamagra Cialis Generico Viagra online

Serviço público

Há quem ainda olhe para o smartphone (e já agora tablets) e o veja como albergue de aplicações das redes sociais, de jogos, de messaging, fotografia e pouco mais.  Eu diria que essa visão redutora só pode, nos dias que correm, a de um segmento proprietários de smartphones que poderão ser definidos como não utilizadores e sobre a forma como determinados segmentos etários usam de facto estes equipamentos.

Verdade, verdadinha é que já não existe sector de actividade económica que não faça uso destas plataformas e, os últimos meses tem sido férteis em aplicações que aproximam o cidadão dos serviços e até do Estado.

Por ordem de chegada. Se tem carro e tem estacionar nas cidades o problema das moedas e de ter que se deslocar aos parquímetros há algum tempo que não existe. Sirvo-me em Lisboa do ePark da Emel e exceptuando ser graficamente fraquinha é de uma simplicidade extrema. Faz o que se propõe de forma eficaz e, em ultima instância é disso que preciso. Carrego com Paypal ou por Multibanco a minha conta, escolho local e horário, o tempo que desejo estacionar e basta fazer “iniciar” para o estacionamento ficar activo. O revisor há-de validar pela matrícula que o mesmo se encontra feito. E já que falei de Multibanco deixem-me lá voltar aos pagamentos móveis e à primeira aplicação portuguesa que pode de facto ajudar-nos nesta transição. Chama-se MB Way e é  primeira solução mundial que integra a lógica do serviço ATM com os pagamentos móveis. Vai conseguir já hoje pagar nas caixas self-service dos supermercados Jumbo e Pão de Açúcar e transferir dinheiro a outra pessoa inserindo apenas o número de telemóvel desta. Como tem a esmagadora maioria dos bancos a bordo do projeto é uma solução que tem tudo para se tornar mainstream. É essa também a ideia da SIBS que tenta desde já patentear a solução. O seu primeiro passo? Ative o serviço no Multibanco e escolha o PIN. Na transferência o conceito é simples. Os dois utilizadores tem o serviço subscrito e a aplicação. Insira o número do destinatário, valor e PIN e o dinheiro cai na conta desse pessoa. No supermercado o processo não fazendo uso do hardware como o faz o Pay da Apple, por exemplo, não será instantâneo mas ainda assim é um modelo muito interessante. Na máquina escolhe pagar com MB Way e insere o número de telemóvel associado. No seu telemóvel recebe na app informação de pagamento pendente, confirma com o seu PIN e de com a validação a máquina reconhece o pagamento e emite-lhe o recibo.

Para finalizar dê as boas vindas ao Mapa do Cidadão. Explore-a.  É um passo gigantesco na relação com as Lojas do Cidadão. Permite-lhe coisas tão úteis como saber perto de si onde renovar a carta de condução ou cartão de cidadão mas também saber quanto tempo de espera tem no serviço nesse preciso momento, quantos pessoas estão em espera ou o número da senha. Algo que pode e parece poder evoluir para os serviços de saúde.

Agora, olhe lá outra vez para o computador que chama telemóvel e diga-me se ainda só o vê como outra – a melhor – forma de checkar ao Facebook.

Share This