Do amor e todos os seus demónios

Se dúvidas houvessem que o amor move montanhas e pode virar a vida do avesso elas foram mais uma vez dissipadas quando o website de encontros amorosos Ashley Madison viu os hackers que tinham atacado os servidores da empresa divulgar quase 10 gigabytes de dados com informações dos seus utilizadores. Os dados vão desde os nomes do utilizadores registados, aos cartões de crédito e respectivos dígitos de segurança. Já seria de esperar que a maioria dos endereços de e-mail fossem de contas privadas no Gmail e Hotmail. Já não seria tão óbvio encontrar contas atribuídas a mais de 100 funcionários do Governo do Reino Unido e endereços pertencentes à Casa Branca, NASA, Nações Unidas e, pasme-se….o Vaticano. Neste último caso a vantagem é que a infidelidade não será julgada na vida terrena.

Este caso diz muito da necessidade das medidas de segurança extremas que hoje em dias são necessárias implementar para garantir a privacidade dos dados dos serviços prestados pelas empresas ao consumidor. Mas diz mais ainda. Diz que pouca ou nenhuma informação estará 100% segura. Haja génio, motivação, tempo e dinheiro.

E tem isto a ver com app porquê? Bem, lembre-se que grande parte das aplicações recorre a bases de dados que estão algures num servidor e não apenas na app. Portanto quando andar a fazer swipe para a esquerda e para a direita no Tinder lembre-se que os seus dados estão algures num servidor que tem necessariamente acesso à internet. Não será é por causa disso que esta área de negócio não vai continuar a florescer. O mercado dos encontros amorosos valia em 2014 cerca de 2 mil milhões de dólares e estima-se que continue com um crescimento de 5% ao ano.

É também um mercado com um público cada vez mais exigente. Referi o Tinder porque por certo já ouviu falar do serviço mas os utilizadores tornaram-se mais exigentes e já querem mais que conversa fiada para a frente e para trás. Pense no vídeo on-demand que já tem em casa. Porque não um Dating on-demand?

A app Clover foi recentemente distinguida como a Melhor Nova Aplicação na App Store e providencia este tipo de serviço. A forma é que é diferente: em vez de lhe tentar encontrar o homem ou mulher ideal, a aplicação foca-se nas suas necessidades e desejos atuais: “Procuro alguém para jantar hoje à noite em Lisboa”. A  definição do local e hora de encontro é o passo de partida. O “alguém” interessado(a) há-de manifestar o interesse e disponibilidade para se encontrar consigo nesse local a essa hora. Ah…e pode, naturalmente, conferir o perfil das pessoas que aceitaram a sua proposta, não vá o diabo tecê-las e ser o seu parceiro ou parceira.

Share This